quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Dia 21. Um texto que tenhas escrito há algum tempo.


"AMO-TE MARTA PINTO NOVERSA

A MINHA FELICIDADE PASSA PELA TUA EXISTÊNCIA
Não há significado que chegue pa te descrever. És parte de mim. Já vivemos tanto juntas. Já nos chateamos por coisas tão insignificantes, mas tambem já nos chateamos por razões fortes. Já tivemos de tudo mas vencemos sempre. Ate já nos tentaram virar uma contra a outra mas quando existe uma amizade verdadeira nem mesmo a pior pessoa do mundo a consegue destruir. Nascemos para ficar juntas. O destino decidiu cruzar nossas vidas. A nossa amizade foi crescendo ao longo dos anos e hoje para mim tu és mais que uma simples amiga, és como uma irmã, ÉS A MINHA BEST. O que eu sinto por ti vai para além da vida. Aqueles momentos passados naquela escolinha reles que na verdade era como uma “casa” para nós. Partilhávamos as nossas coisas, copiávamos trabalhos de casa, riamo-nos de tudo, passávamos as aulas quase todas na treta, contávamos tudo uma a outra, não havia segredos. Eras e sempre serás a minha confidente. Lembraste daquele dia na festa de Natal da escola, em que eu desatei a chorar e tu foste logo ter comigo? Nunca me tinhas visto a chorar, e nesse dia choramos juntas, sabe-se lá porquê! Aquelas conversas sobre rapazes durante os intervalos, as nossas barbaridades, tudo isso que passamos juntas permanece em mim. Está tudo presente cá dentro. Há coisas que não se esquece tais como estes nossos momentos. Hoje em dia vivemos isso tudo mas de forma diferente, mas não é por isso que temos de esquecer o passado, porque ele existiu e marcou bastante. Sem ti por perto a minha vida não tinha piada nenhuma, tu sabes sempre como me dar a volta. Por isso é que eu TE AMO TANTO MINHA POPOTA. És tão importante. És indispensável para a minha existência. Como tu disseste uma vez “até nas minhas atitudes mais frias existe admiração por ti”. Eu e tu para sempre, sim (?)

AMO-TE POR ONTEM, POR HOJE E POR AMANHA @ "
17 de Outubro 2008

Sem comentários:

Enviar um comentário