segunda-feira, 25 de abril de 2011


Ainda me lembro no dia em que tu nasceste, 19 de Junho 2005. Estávamos a sair da casa da tua madrinha quando recebemos um telefonema: “Oh Rafael já Nasceu!”, ficamos todos muito contentes, estávamos todos ansiosos por te ver. No dia em vieste para casa eu fui com o teu pai buscar-te ao hospital, eras a coisinha mais fofinha do mundo! Tinhas bastante cabelo mesmo escuro, e não paravas de chorar, sempre foste um mimalhinho meu anjo. Já nesse dia senti que para mim era mais que um primo, eras como se fosses o meu irmãozinho mais novo, aquele que eu sempre quis ter, e hoje eu olho para ti e vejo que nesse dia eu não me enganei. “A Tânia é a minha irmã falsa” até tu já chegaste a essa conclusão pequenino. Jamais alguém vai poder ser o que tu és para mim, ouviste foca?



Rafael Ribeiro

1 comentário:

  1. gosto muito *
    tens muito jeito para escrever, parabéns =)
    O rafael é muito fofinho ;)

    ResponderEliminar