sábado, 10 de janeiro de 2015

Já não vinha aqui há muito tempo, não por falta de vontade mas talvez porque achava que não precisa. Este sempre foi o meu cantinho, onde eu desabafava tudo que me ia na alma... e no coração. Hoje lembrei-me de vir aqui buscar um bocado de tranquilidade, tentar pelo menos. Ao ver as minhas publicações mais antigas ainda me dá uma dor maior no peito por tudo que já não existe. Hoje já não existes, não na minha vida, de onde sempre pertenceste. Olhar para este blog e relembrar tudo que já foste para mim dá-me uma mágoa incontrolável. Como é que alguém por quem já fiz tudo, por quem já dei tudo se afasta assim sem se importar? Acho que nunca encontrarei resposta para essa pergunta. Sempre foste o meu pilar, sempre foste aquela pessoa que disse que nunca ia perder e perdi! Perdi-te e agora? Agora eu estou na minha vida e tu na tua... Tenho muitas saudades tuas (muitas mesmo) mas já não posso fazer nada senão esperar que um dia sintas tanto a minha falta como eu sinto a tua.




"E que seja um adeus, ou um até já. Só Deus sabe..." 

Sem comentários:

Enviar um comentário